Barcelona: o melhor da Europa



O Barcelona é o melhor time da Europa. Com um golaço de Eto'o e um gol de cabeça de Messi, o time catalão venceu o Manchester United por 2 a 0 e se tornou o atual campeão da Liga dos Campeões.

O Barça demorou a se encontrar no jogo. Quando soube aproveitar as falhas dos ingleses, a equipe dominou o restante da partida. Ferguson errou desde o início. Escalou Park e mudou seu tradicional e vencedor modo de jogar. Resultado: Show do Barça.

1º TEMPO

RONALDO SUPERA MESSI

O Manchester United começou melhor e Cristiano Ronaldo fez o que se esperava dele, chamando a responsabilidade para si. Logo no primeiro minuto de jogo, o português cobrou falta perigosa. Valdés soltou a bola e, antes de Park chutar, Piquét desviou.

Ao contrário de Ronaldo, Messi passou boa parte da primeira etapa sem tocar na bola. Desde o apito inicial, foram quase 10 minutos sem ver a cor da bola.

Cristiano Ronaldo seguiu tentando. Aos sete minutos, um chute de longe, sem sustos. Um minuto depois, uma bela jogada: domínio com categoria, bom chute mas a bola não entrou.



GOL DE CRAQUE

O Manchester seguiu melhor. Contudo, aos 10 minutos Eto'o recebeu de Iniesta na direita, driblou Vidic e marcou: 1 a 0 Barça.

BARCELONA ACORDA

Após o gol, o Barça aprendeu a jogar contra os Diabos Vermelhos. O time espanhol passou a dominar a posse de bola. A zaga do Manchester ao contrário, não se entendeu.

Se a zaga não funcionou, o ataque inglês imprimiu boa marcação e, aos 16, Ronaldo sofreu falta na entrada da área. Giggs cobrou e a bola foi por cima do gol.

SURPRESA: MESSI ESTAVA EM CAMPO

Aos 18 minutos, o primeiro chute a gol de Messi. O Barça contunuou tomando conta da partida, dominando a posse de bola até o intervalo.



2º TEMPO

BARÇA COM POSTURA DE CAMPEÃO

O Barcelona voltou arrasador para o 2º tempo. Aos três minutos, Henry fez jogada perfeita, ficou sozinho com Van der Sar mas acabou chutando em cima do goleiro holandês. Cinco minutos, Messi caiu dentro da área e reclamou de pênalti. Um minuto depois, Iniesta sofreu falta na meia-lua. Falta perigosa. Xavi cobrou com perfeição. A bola bateu na trave.

MANCHESTER COMEÇA A INSISTIR

O Manchester United partiu para o tudo ou nada. O Barça se recolheu na defesa. Entretanto, as jogadas do Manchester não surgiram efeito. 15 minutos, os ingleses trocaram passes perto da área adversária, Carrick achou Rooney sozinho mas o atacante inglês não alcançou a bola.

TÁTICA INGLESA VAI PARA O ESPAÇO

Aos 23, Rooney voltou para marcar Messi no setor defensivo do Manchester. O baixinho inglês levou a melhor.

MESSI FAZ DE CABEÇA

Aos 25 minutos, Xavi cruzou. Messi, que estava sozinho na área, fez de cabeça. 2 a 0 Barça.

MANCHESTER PERDE A CABEÇA

Logo em seguida, Ronaldo perdeu gol incrível. Aos 28, o português fez falta maldosa em Puyol. Os dois se estranharam durante o segundo tempo.

Scholes, costumeiramente calmo, fez uma falta criminosa em Busquets. Quase foi expulso.

BARÇA NÃO PERDE A PEGADA

Os catalães parefciam não se preocupar com o Manchester e seguiu com sua artilharia pesada. Puyol, aos 39 quase marcou o terceiro. Faltou o faro de artilheiro.

FICHA TÉCNICA:

BARCELONA (ESP) 2 X 0 MANCHESTER UNITED (ING)

Estádio: Olímpico, Roma (ITA)
Data/hora: 27/05/2009 - 15h45min (de Brasília)
Árbitro: Massimo Bussacca (SUI)

Cartões amarelos: Piquét (Barcelona); Ronaldo, Scholes (Manchester United)

Cartões vermelhos: sem expulsões

GOLS: Eto'o (10/1ºT), Messi (24/2ºT)

BARCELONA: Valdés, Puyol, Touré, Piqué e Sylvinho; Busquets, Xavi e Iniesta; Messi, Eto'o e Henry (Keytá (26'/2ºT). Técnico: Josep Guardiola.

MANCHESTER UNITED: Van der Sar, O'Shea, Ferdinand, Vidic e Evra; Carrick, Anderson (Tevez, intervalo), Giggs (Scholes 29'/2ºT), Park (Berbatov, 19'/2ºT) e Cristiano Ronaldo; Rooney. Técnico: Alex Ferguson.

0 comentários: